Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carros Electricos

Tudo sobre carros eléctricos, noticias, novidades, apresentações, artigos técnicos, esquemas técnicos, tecnologia, etc.

Tudo sobre carros eléctricos, noticias, novidades, apresentações, artigos técnicos, esquemas técnicos, tecnologia, etc.

Carros Electricos

24
Abr11

Renault já tem 250 pré-reservas para eléctrico Twizy

adm

Tem quatro rodas, dois lugares, motor eléctrico e promete revolucionar a circulação nas cidades: eis o Renault Twizy

 

A Renault lança no final do ano o Twizy, modelo 100 por cento eléctrico que pretende revolucionar o conceito de mobilidade urbana e estará à venda a partir de 6.990 euros.

«O Twizy vai representar uma nova forma de encarar a mobilidade urbana no futuro», defende o diretor de comunicação e imagem da Renault Portugal, Ricardo Oliveira.

Um protótipo do veículo - um quadriciclo ligeiro, sem portas, não um automóvel - foi esta semana apresentado aos jornalistas em Paris, com os responsáveis da marca a destacarem a vocação do Twizy para os grandes centros urbanos.

A Renault, assinalou Ricardo Oliveira à agência Lusa, vai lançar uma gama completa de veículos eléctricos "nos próximos 14 meses", três dos quais ainda em 2011.

"Até final da década" o segmento dos eléctricos "pode representar uma fatia importante das vendas" da Renault, acredita o responsável da empresa, realçando que o Twizy tem já 250 pré-reservas feitas em Portugal.

"É evidente que estamos perante um conceito a que as pessoas vão ter de se habituar", admite o director de comunicação da Renault, embora Portugal seja um país "muito bem preparado" para receber carro eléctrico, até devido aos incentivos financeiros do Estado.

O Twizy será lançado em duas versões: uma com um motor de 5cv e velocidade máxima de 45 km/h, e uma segunda com um motor de 20cv e velocidade máxima de 75 quilómetros/hora. A versão de menor potência não requer carta de condução.

A bateria do veículo é alugada mediante um custo de 45 euros por mês, num contrato de 36 meses ou 7500 quilómetros por ano, e a recarga efectua-se em 3h30m numa vulgar tomada doméstica, através de um cabo situado num compartimento localizado na dianteira do veículo.

O Twizy começa a ser comercializado em França no final do ano e chegará a Portugal, e outros países europeus, nos primeiros meses de 2012. Por ser um quadriciclo, e não um veículo eléctrico ligeiro de passageiros, não haverá incentivos fiscais e descontos na compra do modelo da Renault.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

24
Abr11

Mitsubishi i-MiEV propõe 100 Kms por um euro

adm

Portugal foi o primeiro país europeu a comercializar este modelo eléctrico da Mitsubishi, um automóvel que pretende marcar o início da mudança na realidade da deslocação automóvel

 

Se muitos ainda olham para os veículos eléctricos como uma realidade para um futuro mais ou menos próximo, a verdade é que já é possível encontrar nas estradas portuguesas modelos movidos a energia eléctrica comercializados pelos respectivos construtores depois destes terem apostado na sua produção em série. Entre os modelos pioneiros encontra-se o Mitsubishi iMiEV, um citadino que serviu de "base" para a produção de eléctricos de outros construtores, nomeadamente a Citroen, com o C-Zero, ou a Peugeot, com o iOn, e que está disponível no mercado desde os primeiros dias do passado mês de Dezembro. Como características deste primeiro veículo eléctrico de produção em série, destaca-se a autonomia anunciada pelo construtor e 150 quilómetros segundo o "ciclo de condução europeu", os cinco anos de garantia ou 100 mil quilómetros, e um custo de 1 euro (mais IVA) para cada 100 kms percorridos.

De acordo com a Mitsubishi Motors de Portugal, o iMiEV responde a todas as exigências do tráfego pendular nos grandes centros urbanos, devendo ser capaz de representar o início da mudança do paradigma da deslocação automóvel. Citadino com 4 lugares, permite zero emissões de CO2, baixo nível de ruído e um comportamento na cidade ágil e económico, qualidades já comprovadas por este modelo da marca dos três diamantes no seu país de origem, o Japão, onde iniciou a carreira comercial em Julho de 2009, exactamente um mês depois de ter sido iniciada a respectiva produção em série. Mitsubishi iMiEVEm Outubro de 2010, a MMC deu início à produção do i-MiEV de volante à esquerda, com especificações para o mercado Europeu e no ano fiscal de 2011 irá introduzir o i-MiEV no mercado norte-americano, prosseguindo com o seu plano de lançamento do VE a nível global. Segundo o construtor, até ao final do passado mês de Março terão já sido produzidas 11.000 unidades do i-MiEV e, a partir de 2012 a produção do i-MiEV será superior às 40.000 unidades por ano.

Como solução mais rápida, os engenheiros da Mitsubishi Motors Corporation seleccionaram a plataforma do seu carro do segmento A (“i” existente no mercado Japonês) para o projecto da nova geração de veículos eléctricos: o i-MiEV com a sua traseira “mid-ship” permite o alojamento do pack de baterias de tracção de iões de lítio, do motor, do inversor, dos restantes componentes eléctricos que substituem o motor de combustão e o depósito de gasolina, tudo isto com pequenas modificações. A possibilidade de montagem do pack de baterias de iões de lítio entre os eixos dianteiro e traseiro (2,55 m de distância entre eixos), sem comprometer o espaço para os 4 passageiros, permite ainda baixar o centro de gravidade do automóvel (6,5 cm face ao “i” a gasolina), mantendo a distância normal ao solo (15 cm) e protegendo as baterias em caso de colisão.Mitsubishi iMiEV

Em termos de custos, se pensarmos que o carregamento da bateria em horário nocturno e tarifa bi-horária custa 1,50 euros para a autonomia já referida de centena e meia de quilómetros, facilmente se calcula o custo do consumo de energia por quilómetro percorrido de um cêntimo, um valor impossível de conseguir para qualquer automóvel com um motor convencional. Aliás, por falar em motor, será interessante recordar que este Mitsubishi iMiEV surge no mercado equipado com um bloco capaz de desenvolver uma potência de 180 Nm ou 67 cv através de um motor eléctrico síncrono de magneto permanente. A transmissão é de variação contínua com modo Drive, Cruising e Brake, permitindo reduzir o consumo de energia e aumentar a capacidade de regeneração na desaceleração e na travagem, permitindo uma maior autonomia. O pack de baterias de iões de lítio com 88 células surge colocado sob o piso do automóvel e o sistema operativo electrónico foi desenvolvido pela Mitsubishi Motors - “MiEV OS”.

Carecendo de um período de seis horas de carregamento normal, quando utilizada uma tomada doméstica de 220V/16A, ou de apenas meia hora para uma carga rápida (carrega de zero a 80% da sua carga total) onde existirem carregadores rápidos, o Mitsubishi iMiEV permite uma velocidade máxima limitada aos 130 km/h. Mitsubishi iMiEVDepois, em termos de equipamento, há a destacar os seis airbags, controlo de estabilidade activo e de tracção, ABS com distribuição da força de travagem e sistema Iso-FIX como items do equipamento de segurança disponível de série. Já no capítulo do conforto, ar condicionado, aquecimento dos bancos dianteiros, faróis de condução diurna, faróis de nevoeiro e jantes de liga leve, estão disponíveis de série.

O conjunto de instrumentos permite verificar a energia disponível nas baterias, o consumo durante a condução, a capacidade de regeneração de energia durante a desaceleração e travagem, a autonomia baseada no consumo dos últimos quilómetros e a posição que se encontra engrenada no selector.

 

Fonte:http://www.lusomotores.com

23
Abr11

Renault: eléctrico Twizy quer fazer a «revolução»

adm

 

 

Modelo 100% eléctrico chega no final do ano mas já promete

 

A Renault lança no final do ano o Twizy, um modelo 100% eléctrico que pretende revolucionar o conceito de mobilidade urbana. A «onda verde» está a ganhar terreno no sector. Este carro ecológico estará à venda a partir de 6.990 euros.

«O Twizy vai representar uma nova forma de encarar a mobilidade urbana no futuro», disse à Lusa o director de comunicação e imagem da Renault Portugal, Ricardo Oliveira.

Um protótipo do veículo - um quadriciclo ligeiro, sem portas, não um automóvel - foi esta semana apresentado aos jornalistas em Paris, com os responsáveis da marca a destacarem a vocação do Twizy para os grandes centros urbanos.

Vêm aí mais carros «verdes»

A Renault vai lançar uma gama completa de veículos eléctricos «nos próximos 14 meses», três dos quais ainda em 2011.

«Até final da década», o segmento dos eléctricos «pode representar uma fatia importante das vendas» da Renault. Quanto aoTwizy, tem já 250 pré-reservas feitas em Portugal.

«É evidente que estamos perante um conceito a que as pessoas vão ter de se habituar», admite o diretor de comunicação da Renault, embora Portugal seja um país «muito bem preparado» para receber carro eléctrico, até devido aos incentivos financeiros do Estado.

Twizy a duas velocidades

O Twizy será lançado em duas versões: uma com um motor de 5 CV e velocidade máxima de 45 km/h, e uma segunda com um motor de 20 CV e velocidade máxima de 80 quilómetros/hora. A versão de menor potência não requer carta de condução.

A bateria do veículo é alugada mediante um custo de 45 euros por mês, num contrato de 36 meses ou 7.500 quilómetros por ano. 

O Twizy começa a ser comercializado em França no final do ano e chegará a Portugal, e outros países europeus, nos primeiros meses de 2012. Por ser um quadriciclo, e não um veículo eléctrico ligeiro de passageiros, não haverá incentivos fiscais e descontos na compra do modelo da Renault.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

23
Abr11

Mais de mil portugueses já experimentaram o carro eléctrico

adm

 

 

 

Mais de mil portugueses já experimentaram a condução do Peugeot iOn e tomaram contacto com a rede de postos de carregamento nas cidades que acolheram o “Electric Tour”

 

A poucos dias de partir rumo ao norte do País, o “Electric Tour”, o primeiro roadshow de automóveis eléctricos, mais de mil portugueses já se aventuraram na “experiência eléctrica”.

A Peugeot afirma que o seu "Electric Tour" está a "superar as expectativas" e que, depois de visitadas dez das 25 cidades previstas no itinerário, o modelo eléctrico da marca (iOn) já foi conduzido por mais de mil pessoas.

Pablo Huey, administrador da Peugeot Portugal manifestou-se "muito satisfeito por sentir esta grande receptividade por parte dos portugueses" adiantando que o sucesso da experiência "mostra que já existe uma oferta real de veículos".

O "Electric Tour" esteve em Leiria no início desta semana e parte agora para Santarém, onde os escalabitanos poderão experimentar o novo veículo da marca francesa, nos dias 25 e 26 de Abril. O "tour" seguirá depois para Torres Vedras, Coimbra, Aveiro, seguindo-se depois várias cidades de norte a sul do País. Culminará a 28 de Maio, em Portalegre.

Projecto pioneiro a nível europeu e realizado pela Peugeot e pelo MOBI.E, o “Electric Tour” está a percorrer o País desde 26 de Março e vai visitar os 25 municípios da rede piloto MOBI.E para abrir os caminhos da mobilidade eléctrica a todos os cidadãos e empresas que pretendam experimentar as vantagens do automóvel eléctrico e de uma rede de mobilidade inteligente.

Segundo o Administrador da Peugeot Portugal, Pablo Puey, “estamos muito satisfeitos por sentir esta grande receptividade por parte dos portugueses, que têm mostrado grande vontade de conhecer estas novas ofertas de mobilidade alternativa. Além de ser um instrumento de informação para as populações, este projecto mostra que já existe uma oferta real de veículos eléctricos, seja através do nosso iOn ou das nossas bicicletas eléctricas e scooters eléctricas.”

Até dia 28 de Maio, o “Electric Tour” vai continuar a percorrer os restantes 15 municípios que integram a fase piloto da rede para a mobilidade eléctrica, permanecendo dois dias em cada local, com automóveis para ensaio, de forma a criar uma experimentação real do automóvel eléctrico e das potencialidades da rede de abastecimento. 

Electric Tour

Santarém - 25 e 26 de Abril
Torres Vedras - 27 e 28 de Abril
Coimbra - 29 e 30 de Abril
Aveiro - 2 e 3 de Maio
Porto - 4 e 5 de Maio
Vila Nova de Gaia - 6 e 7 de Maio
Guimarães - 9 e 10 de Maio
Braga - 11 e 12 de Maio
Viana do Castelo - 13 e 14 de Maio
Vila Real - 16 e 17 de Maio
Bragança - 18 e 19 de Maio
Viseu - 20 e 21 de Maio
Guarda - 23 e 24 de Maio
Castelo Branco - 25 e 26 de Maio
Portalegre - 27 e 28 de Maio

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

23
Abr11

Trofa com carregadores para carros elétricos

adm

A Trofa vai integrar a Rede Piloto de Mobilidade Elétrica, indo dispor de carregadores para carros elétricos em alguns pontos da cidade.

A Trofa vai ser mais amiga do ambiente. Com a adesão ao MOBI.E (Programa de Mobilidade Elétrica), o concelho vai ter disponíveis postos de carregamentos para carros elétricos.

De acordo com um documento sobre o projeto, “Portugal pretende posicionar-se como pioneiro na adoção de novos modelos de mobilidade que sejam sustentáveis do ponto de vista ambiental e que aproveitem as vantagens da energia produzida a partir de fontes renováveis, ao mesmo tempo que se integrem com o ritmo de funcionamento e desenvolvimento das cidades”. Uma dessas energias, e talvez a mais comum, é a eletricidade.

Na Reunião de Câmara que decorreu em Covelas, no dia 15 de abril, foi aprovado por unanimidade a adesão da autarquia trofense à Rede Piloto de Mobilidade Elétrica.

“A Trofa foi um dos primeiro municípios a aderir ao projeto, o que mostra claramente a preocupação pelo ambiente e pelos recursos energéticos”, afirmou Joana Lima, presidente da Câmara Municipal da Trofa. A edil reconhece que atualmente “ainda existem poucos carros elétricos”, mas garante que “o futuro passa” por esta fonte de energia, recordando que na Estrada Nacional 14 circulam, diariamente, “cerca de 25 mil veículos”. Joana Lima espera “uma adesão muito grande” por parte dos condutores.

O Plano Municipal para a mobilidade elétrica, incluído no projeto, implica “criar condições para a implementação de uma rede de pontos de carregamentos com cobertura nacional”, “promover campanhas de sensibilização” e “acelerar o processo de adoção do veículo elétrico, criando condições atrativas à sua utilização”, pode ler-se no mesmo documento.

fonte:http://www.onoticiasdatrofa.pt/

23
Abr11

Nissan Leaf é eleito o Carro ao Ano Mundial 2011

adm

Atual detentor do título Carro Europeu do Ano, o elétrico Nissan Leaf acaba de ser anunciado o vencedor do prêmio Carro Mundial do Ano 2011. Com isso, o modelo zero-emissões fatura os dois mais importantes prêmios da indústria automobilística mundial. O anúncio do vencedor foi feito na manhã desta quinta-feira (21) durante a abertura do Salão do Automóvel de Nova York, nos Estados Unidos. Com isso, o Leaf torna-se o primeiro carro elétrico a vencer o prêmio, assim como ocorreu no Carro Europeu do Ano 2011. Os luxuosos Audi A8 e BMW Série 5 também estavam entre os finalistas.

Os três modelos foram selecionados, em uma lista de dez carros, por 66 jornalistas jurados dos quatro cantos do planeta. E o Leaf, que já está à venda em alguns mercados, é o favorito na disputa, após ter sido eleito recentemente o Carro do Ano Europeu de 2011. Além dos três finalistas, a premiação também as categorias Carro de Performance do Ano, Carro Verde do Ano e Carro Design do Ano. Na primeira, concorrem os superesportivos Ferrari 458 Italia, Mercedes-Benz SLS AMG e Porsche 911 Turbo. Já entre os ecologicamente corretos disputam Nissan Leaf, BMW 320d EfficientDynamics e Chevrolet Volt. E entre os modelos com visual marcante, concorrem Ferrari 458 Italia (novamente), Alfa Romeo Giulietta e Aston Martin Rapide.

fonte:http://carsale.uol.com.br

20
Abr11

Volkswagen adere às duas rodas com scooter eléctrica

adm

 

 

Estudo de scooter eléctrica alcança os 50 km/h de velocidade máxima e pode percorrer 40 km com uma só carga

 

A Volkswagen no mercado das scooters? A marca alemã aproveitou a estreia mundial do novo Beetle no Salão Automóvel de Xangai para mostrar o estudo de uma scooter, denominada E-Scooter, que causou sensação, não só pelas reduzidas dimensões como pelo facto de ser eléctrica.

Equipada com um compacto motor eléctrico, alimentado por conjunto de baterias de NiMH, a E-Scooter pesa apenas 20kg (sem baterias), alcança os 50 km/h e pode percorrer até 40 km com apenas uma carga. 

Esta autonomia pode ser mais elevada caso as baterias de NiMH sejam substituídas por baterias de iões de lítio. Também as prestações podem ser melhoradas, conforme referiu Simon Loasby, director do departamento de design na China, se fosse colocado um motor de 700W.

Para já, a ideia da Volkswagen é oferecer à China uma solução de mobilidade com qualidade a um preço acessível. Actualmente, a China tem a circular cerca de 20 milhões de scooters eléctricas.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

20
Abr11

Siemens tem novo posto de carregamento

adm

A Siemens anunciou o lançamento no mercado europeu de um novo posto de carregamento de automóveis eléctricos, que reduz o tempo de carregamento para metade do necessário pela série anterior

O CP700A, assim se chama este posto de carregamento, permite fazer carregamentos das baterias de veículos eléctricos em metade do tempo , fruto do aumento da potência de carga para 22 kW. O posto de carregamento tem ainda a capacidade de comunicar com o veículo através do cabo de carregamento, determinando se este suporta o carregamento com corrente de carga máxima ou apenas com corrente reduzida, ajustando-a em conformidade. 

O sistema é activado através de um cartão pessoal, o que facilita o processo de facturação da energia consumida, e possui um sistema que guia o utilizador por todo o processo, facilitando a utilização deste posto de carregamento e reduzindo ainda mais o tempo que se perde nas operações de pré-carregamento do veículo eléctrico.

fonte:http://news.automotor.xl.pt/

19
Abr11

Eléctrico da Nissan pronto para as corridas...

adm

 

 

A Nissan desenvolveu em conjunto com a Nismo, o braço desportivo da marca japonesa, uma versão de competição do seu modelo eléctrico, o Leaf, destinada a ser mostrada no Salão Automóvel de Nova Iorque, que abre portas no próximo dia 20 de Abril.

O Leaf Nismo RC, designação que faz alusão ao departamento de competição da marca japonesa e incorporando ainda a sigla RC, que significa Racing Competition, visa dar um novo sentido ao termo "Competição Ecológica" e apresenta uma distância entre eixos 99 mm mais curta que a versão de produção, sendo ainda 20 mm mais comprido e 170 mm mais largo. 

No entanto, a diferença maior vai para a altura, uma vez que o Leaf Nismo RC é nada mais nada menos que 350 mm mais baixo do que a versão de estrada, apresentando uma largura ao solo de 60 mm, menos 100 mm do que a versão «normal». O peso foi reduzido em cerca de 40%, cifrando-se agora nos 938 kg.

Para se enquadrar com as exigências da competição, toda a mecânica - bateria, motor eléctrico e inversor - foi colocada em posição central e os 107 cv de potência são agora transmitidos às rodas traseiras. Tal como o Nissan Leaf de produção, o Nismo RC é alimentado por uma bateria de iões de lítio de 48 módulos compactos e um motor síncrono de resposta rápida que gera uma potência de 107 cv e um binário de 281 Nm. 

A bateria pode ser carregada em 30 minutos até 80% da sua capacidade total, utilizando a porta de carregamento rápida localizada no interior do resguardo traseiro. E, contrariamente aos outros veículos de competição, o Nismo RC não possui tubo de escape, não emite CO2 ou outros gases de efeito de estufa durante a condução nem qualquer som de escape.

Nos testes preliminares, o Nismo RC registou uma aceleração de 0 a 100 km/h em 6,85 segundos e uma velocidade máxima de 150 km/h. Em condições de corrida, a bateria que alimenta o Leaf Nismo RC garante uma duração de 20 minutos.

"Algumas pessoas têm a percepção de que a condução dos veículos eléctricos não é de forma alguma entusiasmante – o que, com toda a certeza, não é o caso do Nissan Leaf de produção ou deste fascinante Nissan Leaf Nismo RC", acrescentou Tavares. 

Este novo modelo eléctrico de competição marcará presença em vários eventos desportivos durante o ano de 2011, com a marca nipónica a pretender explorar um troféu Zero Emissões nos anos seguintes.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

19
Abr11

Experimentar conduzir um carro elétrico na Expo Ambiente e Energias Renováveis

adm

Carros e motas elétricos, segways e outros equipamentos vão estar na V Expo Ambiente e Energias Renováveis para ver e experimentar em Quarteira, de 13 a 15 de maio.O certame, que decorre na Praça do Mar, em Quarteira, e inclui test drives de veículos não poluentes, como carros, motas e segways, na Av. Infante Sagres, que será cortada ao trânsito para o efeito.

A Expo tem confirmadas as presenças das principais empresas de energias renováveis, como a Refrisun, Solar One, Tek-Ia, Nyima, Enat, Joro, Urbeclima e a Aerosolar.

 

O programa inclui ainda sessões de educação ambiental com visitas guiadas para escolas, a construção de Fornos Solares, projeção de filmes e o seminário "Investimentos rentáveis em Energias Renováveis".

 

Nos dias 13 e 14 de maio, o evento encerra com um concerto e, no dia 15, está prevista a atuação de um rancho folclórico.

O horário da exposição é das 12h00 às 23h00 e a entrada é livre.

fonte:http://www.observatoriodoalgarve.com/

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-nos no Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D