Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carros Electricos

Tudo sobre carros eléctricos, noticias, novidades, apresentações, artigos técnicos, esquemas técnicos, tecnologia, etc.

Tudo sobre carros eléctricos, noticias, novidades, apresentações, artigos técnicos, esquemas técnicos, tecnologia, etc.

Carros Electricos

23
Mai11

ALD Automotive disponibiliza eléctrico Nissan Leaf

adm

De forma a combater alguns preconceitos relacionados com os veículos eléctricos, a ALD Automotive passou a disponibilizar um Nissan Leaf para os seus clientes testarem

 

A ALD Automotive, empresa especializada em aluguer operacional e gestão de frotas do grupo Société Générale, disponibiliza, a partir de agora, aos seus clientes um carro eléctrico Nissan Leaf para test-drive, com o objectivo de desmistificar todas as questões ligadas a este tipo de veículos, nomeadamente as relacionadas com a autonomia e abastecimento.

“Depois de termos lançado a oferta de renting para veículos eléctricos em Março deste ano, o passo seguinte foi oferecer a experiência de condução real de um eléctrico aos nossos clientes, estimulando a sua utilização em condições normais do dia-a-dia. Só assim os nossos clientes poderão tomar decisões informadas e entender que o renting é a solução ideal, na medida em que assume os riscos inerentes às incógnitas deste produto inovador”, afirmou o director geral da ALD Automotive Portugal, Guillaume de Léobardy.

fonte:http://www.lusomotores.com/c

19
Mai11

Veículo elétrico com autonomia de 300 km é apresentado no Japão

adm

A pequena empresa japonesa SIM-Drive, criada por um pesquisador especialista em automóveis elétricos, apresentou nesta quarta-feira um novo modelo de carro com as quatro rodas motorizadas, que pode percorrer 300 km sem precisar recarregar as baterias.

A empresa do professor Hiroshi Shimizu, que espera lançar o veículo comercialmente em 2013, informou que estes resultados se devem à eficácia da motorização das rodas e ao chassi, extremamente leve.

Durante os testes, o protótipo rodou 333 quilômetros sem recarregar a bateria.

O carro é fruto de um projeto conjunto de 34 empresas, entre elas as montadoras Mitsubishi Motors e Isuzu Motors, a companhia de eletricidade Tokyo Electric Power (TEPCO) e o grupo de indústrias pesadas IHI.

Seus criadores esperam vender a plataforma aos fabricantes para que seja produzida em série.

A SIM-Drive já começou a trabalhar em outro modelo com vários sócios, entre eles a francesa PSA Peugeot Citroën e a Dassault Systèmes, segundo um representante da firma japonesa.

Vários grupos do setor, como o japonês Nissan, estão apostando nos veículos elétricos como modelo do futuro.

A Nissan comercializa desde o ano passado o Leaf, um pequeno carro urbano cuja autonomia é de 160 quilômetros.

fonte:2011 AFP http://www.google.com/

18
Mai11

Opel pretende novo topo de gama e citadino eléctrico

adm

 

 

A Opel quer recuperar o tempo perdido após um período muito conturbado – marca esteve para ser vendida -, através do lançamento de dois modelos completamente novos, um topo de gama posicionado acima do Insignia e um eléctrico compacto.

Karl-Friederich Stracke, CEO da Opel, confirmou planos para o lançamento de novos modelos, ao afirmar que “não se pode contentar com o Insignia”. A aposta passa por um novo topo de gama, posicionado acima do Insignia, e inserido num novo segmento - fala-se num crossover de grandes dimensões, não competindo directamente com os modelos Premium alemães.

A outra novidade será um eléctrico baseado na plataforma do Corsa ou do Agila. Este modelo deverá seguir a filosofia do Ampera, ou seja, eléctrico com extensor de autonomia, e tem lançamento agendado para 2013.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

15
Mai11

Viana: Carros eléctricos podem ter descontos no estacionamento

adm

“Estamos a trabalhar nesse pro-cesso e já temos concessionários dos parques de estacionamento interessados. O objectivo é juntar descontos e pontos de carregamento ”, explicou José Ma-ria Costa.
O autarca justifica a medida com a necessidade depolíticas “mais amigas do ambiente”, tendo em conta o “papel central” que o município assume com o cluster das eólicas.
Segundo o presidente da Câmara, a autarquia prevê ainda “estacionamento dedicado” para viaturas eléctricas e o próprio município garante que 20 por cento da frota camarária serão eléctricos. Este ano já foram compradas duas viaturas, para os Serviços Municipalizados e de Saneamento Básico, “mas à medida das necessidades outras serão adquiridas”, acrescentou
A garantia foi dada pelo presidente da Câmara na apresentação do Plano Municipal para a Mobilidade Elétrica, que, até 2015, vai contemplar 63 pontos de carregamento eléctrico lento e três de carregamento rápido, no âmbito do projecto Mobi.E.

Dez postos de carregamento

Alguns poderão ser em zonas comerciais, grandes superfícies ou parques subterrâneos. Segundo a Câmara, estão em funcionamento dez postos de carregamento no concelho.
O município minhoto é um dos 25 que aderiu à rede inicial de carregamento das viaturas eléctricas, no âmbito do projecto Mobi. E, que até Junho prevê 1300 destes pontos. “Já temos 800 pontos instalados em todo o país. Mas também sabemos que o número de utilizadores ainda é reduzido, porque os carros também estão agora a sair para o mercado”, explicou Maria João Rocha, da Mobi.E. O projecto assume-se como o primeiro “living lab” para a mobilidade eléctrica na Europa, com tecnologia nacional, e já entrou numa fase em que é “irreversível”, assegurou a responsável.

15
Mai11

Renault anuncia preços definitivos do eléctrico Twizy

adm

 

 

A Renault aproveitou o Salão Automóvel de Barcelona, que decorre até ao próximo dia 22 Maio, para divulgar novos detalhes sobre o revolucionário veículo eléctrico Twizy e dar início à fase de reservas do modelo que promete revolucionar a circulação nas cidades. 

O Twizy tem quatro rodas, dois lugares, com a particularidade de os ocupantes estarem dispostos em tandem (um atrás do outro), mede 2,32 m de comprimento, 1,46 m de altura e apenas 1,19 m de largura, assumindo-se como a solução para a circulação na cidade.

A gama Twizy terá um preço de entrada de 6.990 euros (IVA incluído) para a versão Twizy 45. Esta versão, equipada com um motor de 9 cv e limitada a 45 km/h, pode ser utilizada por condutores a partir dos 16 anos, sem necessidade de carta de condução. Os clientes do Twizy 45 subscreverão um aluguer mensal da bateria de 45 euros (IVA incluído).

A versão equipada com motor de 17 cv estará disponível com dois níveis de equipamento «Urban» e «Technic» com os preços de, respectivamente, 7.690 e 8.490 euros (ambos os valores com IVA incluído).

A diferença entre a versão Urban e Technic encontra-se no equipamento, com a inclusão, de série, na versão «Technic» de decoração tipo fibra de carbono nas tampas dos porta-luvas, tecto e portas laterais (se incluir a opção de portas laterais), jantes em liga leve com acabamento escurecido brilhante, pintura Metalizada Preto estrela ou banco Banquise, banco bi-color com estrutura em branco e revestimento em carbono escuro e design interior «Technic».

Twizy 80 atinge os… 80 km/h de velocidade máxima, enquanto a autonomia é idêntica a ambas versões – 100 km -, assim como as 3h30m necessárias para recarregar a bateria numa vulgar tomada doméstica, através de um cabo situado num compartimento localizado na dianteira do veículo.

Entre os acessórios disponíveis, destaque para um saco semi-rígido de 50 litros, protecção adicional para o frio e as intempéries, kit áudio Parrot que inclui uma conexão Bluetooth, uma entrada USB, uma entrada jack e uma entrada Apple, radar de estacionamento traseiro, assim como uma série de elementos de personalização para completar o design das versões com jantes coloridas e strippings decorativos.

Os clientes interessados podem, desde já, reservar qualquer versão do Twizy no site www.zero-emissoes.renault.pt. Para tal devem realizar um depósito de 20 euros (num módulo de pagamento totalmente seguro) e serão os primeiros a ser contactados, aquando da comercialização, para confirmar a encomenda do seu Twizy.

O Renault Twizy será comercializado, na Europa, a partir do final de 2011 e é produzido na fábrica de Valladolid, em Espanha.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

12
Mai11

Renault Twizy chega em Dezembro à Europa

adm

O mais pequeno dos eléctricos da Renault irá estar à venda a partir de €6.990, preço que não contabiliza impostos

 

Com uma gama de veículos eléctricos completa por intermédio das propostas Fluence ZE, Kangoo ZE e Twizy, a Renault assume a conquista de uma fatia importante deste mercado embrionário.

 

A marca francesa revela agora o preço final do mais pequeno destes modelos, o Twizy, disponível em Dezembro a partir de 6.990 euros. Este valor, ainda sem impostos, mas que em França será ainda menor (€4.990) pelas ajudas do Estado gaulês, o que em Portugal não acontece porque esta ajuda está reservada aos automóveis eléctricos e este, por homologação, é um quadriciclo. Ainda assim, o preço base fará do Twizy o eléctrico mais acessível, mas também aquele onde o espaço existe em menor quantidade.

 

Mais pequeno do que um Smart com 2,3 m de comprimento, 1,2 m de largura e 1,4 m de altura, o Twizy pesa apenas 420 kg e tem capacidade para apenas duas pessoas. Um citadino puro, as portas giram para cima de forma a permitir a sua utilização em espaços apertados. 

 

Disponível em duas versões (45 e 75) de 10 e 20 CV de potência e velocidades máximas que variam entre 45 e 80 km/h, a oferta do Twizy destina-se também aos mais jovens, até porque a versão 45, homologada como quadriclo ligeiro, faz com que qualquer pessoa com carta B1 o possa conduzir - o que o torna num alvo preferencial dos jovens a partir dos 16 anos.

 

As dimensões reduzidas asseguram-lhe também uma excelente manobrabilidade, comprovada pela capacidade de inverter a marcha em apenas 3,4 m.

fonte:http://turbo.sapo.pt/
11
Mai11

Land Rover mostra Defender eléctrico

adm

A divisão sul-africana da Land Rover apresentou uma inédita versão eléctrica do Defender, desenvolvida em conjunto com a Barker Performance Products.

Projectado para ser utilizado em passeios turísticos nas reservas naturais africanas, o Defender Safari EV está equipado com um motor eléctrico de 59 kW – cerca de 80 cv -, e um binário máximo de 330 Nm, que lhe permitem uma autonomia de até 80 quilómetros, a uma velocidade máxima de cerca de 60 km/h.

Além de não emitir poluentes e não gerar ruído, o modelo foi totalmente configurado para transportar turistas.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/

11
Mai11

Super-desportivo equipado com... três motores eléctricos

adm

 

 

A empresa suíça Protoscar divulgou a primeira imagem da terceira geração do veículo eléctrico LAMPO, o LAMPO3, antes da sua apresentação oficial, no final deste mês de Maio.

O protótipo que sucede ao LAMPO e LAMPO2(galeria de fotos), apresentados nas duas últimas edições do Salão Automóvel de Genebra, será mais dinâmico, logo a começar nas formas da carroçaria, passando pelos 550 cavalos extraídos de três motores eléctricos – a anterior geração contava com dois motores eléctricos e 354 cavalos de potência. 

O LAMPO3 promete assumir-se como um veículo não poluente em quase toda a sua linha, pois para além de ser movido a electricidade, este será, ainda, fabricado num fábrica da marca suíça alimentada por energia solar, na Toscânia.

Mais detalhes deverão ser divulgados nos próximos dias, antes da revelação oficial.

fonte:http://www.autoportal.iol.pt/n

04
Mai11

Carregamentos mais baratos para eléctricos

adm
Até Dezembro de 2012 um proprietário de um veículo eléctrico pagará ao operador em período de vazio (ou seja, das 24 às 6 horas da manhã) um máximo de 0,03 euros pelo serviço de carregamento da bateria do seu veículo. Se optar por carregar em período fora de vazio (6 às 24 horas) esse montante sobe para 0,07 euros e se escolher, ainda, o carregamento rápido o valor passa para 0,20 euros.

O Governo confirma, assim a decisão que já havia anunciado de regular, nos primeiros tempos, o preço do serviço. A portaria n.º 180 publicada na passada segunda-feira define isso mesma. Falta acrescer o valor da electricidade cuja tarifa será escolhida pelos consumidores, como já o fazem, por exemplo, com os operadores de telemóveis. Assim, considerando uma tarifa diurna de 0,15 € e um consumo médio para os eléctricos de 18 kWh por cada 100 km... contas feitas dá um custo de 2,77 €/100 km, ao invés de 7 € para um carro a gasóleo com um consumo de 4,9 litros!

E também já se sabe que «a ocupação de pontos de carregamento sem efectivo carregamento...» e por tempo excessivo, ou seja, «mais de 50% do tempo despendido para efeitos de carregamento a plena carga de baterias» ou «em alternativa, consoante a decisão do operador, a utilização do ponto de carregamento por mais de trinta minutos, no caso de pontos de carregamento normal e por mais de dez minutos, no caso de pontos de carregamento rápido», dará direito a penalização por ocupação indevida (valor ainda não definido).
fonte:http://www.abola.pt/

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segue-nos no Facebook

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D